5 maiores curiosidades do mundo que pouca gente conhece

1. Há mais de um século, os cadernos de Marie Curie continuam radioativos

Caderno da cientista polonesa Marie Curie (1867-1934), a primeira mulher a ganhar o Prêmio Nobel.

Os cadernos da cientista Marie Curie, responsável pela descoberta dos elementos químicos polônio e rádio, ainda são radioativos. O longo período de exposição à radioatividade foi fatal para Marie Curie e, mesmo mais de um século depois dos experimentos, os cadernos que ela usava continuam altamente perigosos.

2. As pegadas dos astronautas ainda estão na Lua

Pegada deixada por Buzz Aldrin em julho de 1969. Crédito da Imagem: Nasa.

Décadas depois do Programa Apollo, ainda é possível seguir os passos dos astronautas que pisaram na Lua. Isso porque na Lua não há atmosfera – portanto, não existe a possibilidade de ocorrer erosão pelo vento ou pela chuva.

3. O cérebro de Einstein ainda está entre nós

O cérebro de Albert Einstein (1879-1955), o maior físico de todos os tempos, não pereceu. Ele se mantém conservado até hoje numa solução de etanol e álcool etílico. Cientistas já estudaram o órgão a fim de encontrar explicações para a genialidade de Einstein, mas até hoje nada de especial foi descoberto.

4. As formigas vão dominar o mundo (ou já dominaram…)

Elas estão por toda a parte e superam de longe a população humana. Somos 7,7 bilhões. Elas, cerca de 10 mil trilhões. Se juntarmos todas as formigas da Terra e as colocarmos sobre uma balança, seu peso seria quase igual ou até superior ao peso de de todos os seres humanos vivos.

5. O maior terremoto já ocorrido no Brasil

O maior terremoto do Brasil ocorreu a 644 km de Cuiabá, capital mato-grossense, no dia 31 de janeiro de 1955. Por ter atingido uma magnitude de 6,6 na escala Richter, esse terremoto é considerado forte e poderia ter causado muita destruição. Felizmente, a região onde o sismo ocorreu é bastante remota (ainda mais em 1955), e ninguém se feriu.

Deixe um comentário