iPhone 6 é considerado um produto obsoleto para a Apple

A Apple atualizou na última semana a lista de dispositivos e aparelhos eletrônicos que são considerados vintage (também chamados de “clássicos”) ou obsoletos pela fabricante. As novidade da lista de modelos vintage são o iPod nano e o iPod Shuffle de 2015, além do iPhone? 6.

O celular foi apresentado em setembro de 2014 junto com o iPhone 6 Plus, que já é considerado defasado desde o início de 2022. O iPhone 6 não foi uma mudança radical em funções para a companhia, mas nem por isso deixou de trazer novidades.

Além de ser o primeiro vendido em duas versões, uma delas com um tamanho avantajado, o aparelho apresentou uma tela maior (de 4″ do iPhone 5s para 4,7″). O aparelho também ficou mais fino e estreou um visual mais arredondado, com listras horizontais na traseira que separam as antenas do dispositivo.

A câmera traseira, pela primeira vez no caso da Apple, trazia uma pequena protuberância. No lançamento, o dispositivo não escapou de críticas: foram muitas as denúncias de que o dispositivo simplesmente estava dobrando dentro do bolso — polêmica que ficou conhecida como “bendgate”.

O que significa ser vintage para a Apple?

Um produto “vintage”, de acordo com a Apple, é aquele que parou de ser vendido há mais de cinco e menos de sete anos. Integrar essa lista significa que ele ainda deve ser aceito em assistências técnicas especializadas, mas o seu reparo não é garantido por depender da disponibilidade de peças cada vez mais escassas.

Os modelos “obsoletos”, que ultrapassam os sete anos sem vendas, têm também o serviço de hardware totalmente descontinuado. Na nova atualização, o iPod nano de 7ª geração (2012), o iPod touch de 5ª geração e o iPod Shuffle de 2012 agora são considerados obsoletos.

Deixe um comentário