Microsoft demite milhares de funcionários em vários países

A Microsoft iniciou um processo de demissão em massa em vários escritórios ao redor do mundo, afetando grandes divisões como a Xbox. Conforme as informações, a big tech realizou um grande corte de colaboradores devido à “desaceleração econômica” em diversas regiões.

“Como todas as empresas, avaliamos nossas prioridades de negócios regularmente e fazemos ajustes estruturais. Continuaremos investindo em nossos negócios e contratando em áreas-chave de crescimento no próximo ano”, disse um porta-voz à Axios.

Cortes nas divisões Xbox e tecnologia governamental

Segundo a reportagem da Axios, a Microsoft demitiu cerca de mil funcionários na recente reestruturação. Os cortes ocorreram em todas as regiões de atuação da empresa, ocasionando o desligamento de colaboradores de escritórios fora dos EUA.

Tom Warren, editor sênior do The Verge, cita que os cortes atingiram as divisões de Dispositivos e Experiência, Xbox, tecnologia governamental e setores jurídicos. As demissões afetaram profissionais de diferentes níveis, incluindo alguns veteranos da empresa.

Anteriormente, a Microsoft já havia dado pistas de que estava preparando “ajustes estruturais”. Além de reduzir as contratações dos setores Windows, Office, Teams e Azure para “realinhar as prioridades”, a big tech demitiu cerca de 1.800 funcionários em julho deste ano.

Empresas de tecnologia reduzem quadros de colaboradores

Diversas big techs estão realizando ações semelhantes à Microsoft. O Google optou por diminuir as contratações por conta da “perspectiva econômica global incerta”, enquanto a Meta decidiu reduzir o quadro de funcionários e reorganizar equipes para cortar custos.

Na semana passada, fontes da Bloomberg sugeriram que a Intel estaria planejando um processo de demissão em massa devido à desaceleração do mercado de computadores. Os cortes poderiam atingir até 20% das divisões de vendas e marketing.

Deixe um comentário