OnlyFans agora terá loja virtual e novos recursos para criadores

Em breve, os criadores do OnlyFans poderão vender itens personalizados diretamente pela rede social. A plataforma anunciou uma ferramenta para a criação de lojas online para a venda diferentes produtos, como roupas, adesivos e outros materiais físicos.

A novidade é uma parceria do site britânico com a companhia de comércio eletrônico Spring. Atuando com outras redes sociais, a empresa oferece suporte para mais de 5,5 milhões de lojas virtuais de criadores de conteúdo.

O OnlyFans permite que diferentes criadores — músicos, artistas e, principalmente, sex workers — vendam conteúdos diretamente aos fãs. Os usuários pagam uma taxa mensal de até US$ 50 (R$ 270), enquanto o site cobra uma comissão de 20%.

Ao acrescentar o suporte para lojas online, a plataforma investe no “comércio social”. Adotado pela Meta (Facebook e Instagram), YouTube e TikTok, o formato possibilita que os consumidores comprem diretamente pelas redes sociais.

Dessa maneira, os criadores do OnlyFans ganharão mais uma forma de gerar receitas através da plataforma. Por exemplo, músicos e bandas poderão vender camisetas, adesivos e versões físicas dos próprios discos.

Hoje, o site possui mais de 220 milhões de usuários gerais e mais de 3 milhões de criadores. Um recente relatório financeiro revelou que a rede social obteve US$ 932 milhões em receitas em 2021 e US$ 433 milhões em lucros (sem descontar impostos).

Mais novidades para os criadores do OnlyFans

O OnlyFans também anunciou novas ferramentas para os criadores gerenciarem as contas. Por exemplo, será possível acompanhar estatísticas da página, uma análise detalhada dos espectadores e de dados de engajamento.

Esse é mais um esforço da plataforma para atrair novos criadores e aumentar o número de usuários. Lembrando que essa é a única grande mídia social que permite gerar receita com conteúdo adulto feito por criadores, algo vetado pelos concorrentes da Meta e TikTok.

 

 

Deixe um comentário