Os melhores celulares lançados em 2022

Seja no design ou nas especificações, muita coisa foi apresentada em 2022. A faixa de preço dos melhores aparelhos é ampla e abrange valores que começam em R$ 1.899 e ultrapassam os R$ 9.000. São sete modelos que se destacaram ao longo desses 12 meses.

O iPhone 14 Pro foi um lançamento de destaque neste ano, visto que inovou em termos de design e funcionalidades. Além da tela de 6,1 polegadas e taxa de atualização de 120 Hz, o aparelho da maçã trouxe novidades no recorte da tela. Conhecido como Dynamic Island, o notch reformulado chegou com a proposta de conferir interatividade ao usuário, de modo a otimizar pequenos comandos. O sistema usado para controlar os recursos é o iOS 16.

Em termos de desempenho, o iPhone 14 Pro o iPhone 14 Pro Max são os únicos a carregarem o chip A16 Bionic, novo processador da Apple. Segundo a empresa, o componente deve alcançar uma performance 60% melhor que as concorrentes de mercado. Os números referentes à memória RAM são desconhecidos, mas as opções de armazenamento se dividem entre 128 GB, 256 GB e 1 TB.

O conjunto fotográfico, por sua vez, também trouxe características inéditas para os iPhones, como a câmera principal de 48 MP. As demais câmeras – teleobjetiva e ultra wide – seguem com 12 MP.

Todas essas características resultaram em um aparelho lançado por cifras a partir de R$ 9.499. Há poucos meses do lançamento, em setembro deste ano, o iPhone 14 Pro não registra desconto significativo e continua na mesma faixa de preço.

O Galaxy A53 5G chegou ao mercado com ficha técnica intermediária e a proposta de renovar a linha Galaxy A. Anunciado em março por R$ 3.499, o celular Samsung acumulou descontos e é visto atualmente por cerca de R$ 1.942. Vencedor da categoria custo-benefício no prêmio Melhores do Ano, o modelo faz jus ao título. Sua ficha técnica inclui uma tela Super AMOLED de 6,5 polegadas, capaz de atualizar até 120 vezes por segundo.

Além de ser resistente contra água e poeira graças à certificação IP67, o A53 também é revestido pelo vidro com tratamento Gorilla Glass 5, que protege a tela contra arranhões. A câmera quádrupla contempla um sensor principal de 64 MP, uma ultra wide de 12 MP e outros dois sensores com 5 MP cada. A lente frontal dispõe de 32 MP.

O desempenho conta com a ajuda do chip Exynos 1280 e da memória RAM com versões entre 4 e 8 GB. O armazenamento, por sua vez, reserva duas opções, com 128 e 256 GB. A bateria conta com 5.000 mAh e pode ser recarregada com o um adaptador de 25W que acompanha o aparelho. O celular também vem equipado com NFC, Bluetooth 5.1 e internet 5G.

O A53 sai de fábrica com Android 12 e conta com a atualização para o sistema mais recente do Google, o Android 13.

A aposta da Samsung para concorrer com o iPhone neste ano está centralizada na linha do Galaxy S22. A variante Ultra buscou resgatar o design do Galaxy Note 20 Ultra e ainda conferiu suporte à S Pen, caneta digital que permite interagir com o celular para fazer anotações. A tela do modelo premium agrega 6,8 polegadas com uma resolução expressiva em Quad HD+ (3088 x 1440). Assim como outros aparelhos listados, o Galaxy S22 Ultra também traz tela de 120 Hz.

Amantes de fotografia também devem se interessar pelo conjunto fotográfico, que investe em 108 MP na câmera principal e tecnologias para aprimorar a captura de imagens em período noturno ou em locais com pouca luminosidade. São utilizadas duas lentes teleobjetivas, que possibilitam a aproximação em até 10x pelo zoom óptico. Já a câmera frontal, faz selfies com um sensor de 40 MP, que também pode ser usado para chamadas de vídeo.

As especificações mencionam o processador Snapdragon 8 Gen 1, que opera em conjunto com uma memória RAM de 8 ou 12 GB. O armazenamento também pode variar entre 128 GB, 256 GB e 1 TB. A capacidade de bateria alcança 5.000 mAh e o carregamento pode ser feito com adaptadores de até 45W. Lançado em fevereiro por cerca de R$ 9.499, o S22 Ultra é encontrado por R$ 8.599.

O dobrável da Samsung não poderia ficar de fora da lista, principalmente por trazer melhorias numa categoria que já é de domínio da empresa sul-coreana. O Galaxy Z Flip 4 foi anunciado em agosto com tela interna que alcança 6,7 polegadas, resolução Full HD+ (2640 x 1080) e painel AMOLED Dinâmico 2X. O display externo, por sua vez, oferece 1,9 polegada para facilitar o acesso a notificações e funções rápidas, como player de música, por exemplo.

As câmeras do conjunto fotográfico se distribuem entre principal, de 12 MP, e ultra wide, de 10 MP. O sensor frontal garante 10 MP para selfies. Já o desempenho fica por conta do chip Snapdragon 8 Gen 1, cuja velocidade chega a 3,19 GHz, e também conta com a ajuda da memória RAM de 8 GB. O armazenamento se divide entre opções de 128 GB, 256 GB e 512 GB. As configurações indicam possibilidade de acesso à internet 5G e atualização prevista para o Android 13.

Além de ter as dobradiças reforçadas, o smartphone também inclui a certificação IPX8, que deve proteger contra mergulhos em água doce, sob uma exposição de até 30 minutos. O acabamento reserva as seguintes opções de cor: violeta, preto, rosé e azul. Por fim, vale mencionar que a bateria recebe um upgrade em relação à geração anterior e alcança os 3.700 mAh.

O conjunto todo resulta num lançamento de R$ 6.999, mas que já pode ser encontrado por R$ 5.499 no comércio online.

O Xiaomi 13 é o lançamento mais recente entre os aparelhos listados. O celular acaba de ser apresentado com a nova geração do processador potente da Qualcomm, o Snapdragon 8 Gen 2, o que deve garantir bons resultados em termos de desempenho. Em conjunto com o chip octa-core, a fabricante optou por inserir uma memória RAM com versões de 8 e 12 GB. O armazenamento, por sua vez, vai 512 GB.

Além do desempenho, outro destaque fica por conta das três câmeras traseiras, que são todas fabricadas pela Leica. Assim, o celular oferece uma lente principal de 50 MP, uma grande angular de 12 MP e uma teleobjetiva de 10 MP – um upgrade em relação ao modelo anterior, que detinha 5 MP na lente para fotos com zoom.

A tela de 6,36 polegadas traz resolução Full HD+ (2400 x 1080) e painel OLED com taxa de atualização de 120 Hz, característica que evita rastros durante a transição de imagens. Quanto à bateria, ela dispõe de 4.500 mAh e pode ser recarregada com um adaptador de até 67W.

O preço de lançamento fica em 3.999 yuans, equivalente a R$ 2.960. Não há previsão de chegada do modelo ao Brasil até o momento.

A Motorola investiu em especificações competitivas para integrar a linha premium da marca. O Motorola Edge 30 Pro, considerado um item de ponta, chega com uma tela generosa de 6,7 polegadas, com suporte a tecnologia HDR10+ e taxa atualização da tela de 144 Hz, número que supera valores vistos em concorrentes como o iPhone 14 Pro e modelos da linha Galaxy S22.

No campo da fotografia, o usuário conta com câmeras principal e ultra wide capazes de tirar fotos de 50 MP. Vale mencionar que a lente angular também desempenha o papel de câmera macro. Para as selfies, a empresa disponibiliza 60 megapixels, o que também evidencia o aparelho em comparação com os rivais.

A ficha técnica do dispositivo contempla o processador Snapdragon 8 Gen 1, que opera com velocidade de até 3 GHz, e também memória RAM de 8 ou 12 GB. O espaço para dados é de até 512 GB e a versão do sistema é o Android 12. Quanto à bateria, os 4.800 mAh devem ser repostos em até 30 minutos com o carregador de 68 W.

Lançado em fevereiro, o Edge 30 Pro chegou por cerca de R$ 6.499. Hoje em dia é visto com desconto no varejo online, por cifras a partir de R$ 5.599.

A Realme é uma marca relativamente nova no mercado brasileiro. Mesmo ocupando o posto de novata, ela já oferece diversos modelos por aqui, inclusive de celulares premium. O Realme 10 Pro é um exemplo de smartphone elaborado, que disputa visibilidade entre os modelos de destaque deste ano. A ficha técnica do lançamento de novembro inclui um painel LCD de 6,72 polegadas, Full HD e com taxa de atualização de 120 Hz.

O celular tem câmera principal de 108 megapixels e sensor de profundidade de 2 megapixels. Sua câmera frontal reserva 16 MP. Já na parte do desempenho, marca presença o chip Snapdragon 695. O armazenamento varia entre 128 e 256 GB, enquanto a memória RAM conta com opções de 8 e 12 GB. Além da bateria de 5.000 mAh e suporte ao carregamento rápido de 33W, os recursos mencionam Android 13 e internet 5G.

Por enquanto, o modelo ainda não está disponível no país. No entanto, ele foi anunciado na China e também foi disponibilizado na Índia. O valor sugerido alcançou a marca de 1.599 yuans, equivalente a R$ 1.182 na conversão direta, sem considerar impostos.

Com informações de Motorola, Samsung (1/2/3), Realme e Xiaomi