Recarga sem fio inspirada no iPhone vai chegar aos celulares Android

O Qi2, novo padrão de carregamento sem fio da Wireless Power Consortium (WPC) foi apresentado na CES 2023 nesta quarta-feira (4). O recurso é inspirado no MagSafe da Apple e traz a tecnologia de energia magnética para os celulares Android. O diferencial é que ele funciona alinhando automaticamente o dispositivo ao carregador com a ajuda de ímãs integrados — o que soluciona os problemas de carregamento do Qi. Isso torna o processo mais eficiente e rápido, e também ajuda a prolongar a vida útil da bateria do celular.

O iPhone servirá de inspiração para a próxima tecnologia de recarga sem fio presente nos celulares Android. O padrão Qi2 vai beber da fonte do formato MagSafe, que está nos smartphones da Apple desde 2020. O anúncio foi feito pelo consórcio internacional que cuida do tema, o Wireless Power Consortium (WPC), nesta quarta-feira (04) durante a feira de eletrônicos CES 2023, que acontece em Las Vegas.

O MagSafe oferece alinhamento magnético para fixar os aparelhos e mantém a compatibilidade Qi, o que permite recarregar o iPhone 8 ou posterior, além dos modelos de AirPods com estojo.

O diretor de marketing do WPC, Paul Golden, confirmou que o novo Qi2 inicialmente suportará velocidades de carregamento de até 15W – a mesma vista no ambiente da Apple. Assim que o padrão for finalizado, no final de 2023, o grupo começará a trabalhar em uma versão com maior potência. Embora alguns adaptadores do tipo MagSafe tenham surgido para dispositivos Android desde 2020, nenhum oferecia a mesma experiência que a solução da Apple.

A adoção da tecnologia do MagSafe pela WPC aumentará significativamente o ecossistema de acessórios. Vale lembrar que os celulares Android e fones de ouvido sem fio mais avançados já vinham com carregamento sem fio antecessor, o Qi. O padrão Qi foi desenvolvido pelo Wireless Power Consortium (WPC) e garante que o dispositivo receba carga na bateria, sem preocupações de compatibilidade.

No entanto, o recurso acabou ficando desatualizado, já que para iniciar o carregamento o dispositivo precisava estar perfeitamente alinhado com o carregador. O MagSafe da Apple solucionou esse problema e está sendo usado pelo WPC como base para o lançamento do Qi2. A WPC espera que os primeiros telefones e carregadores habilitados para Qi2 cheguem ao mercado ainda 2023.

Com informações de Android Police

Relembre o lançamento do iPhone 12

1 de 13
Steve Jobs na apresentação do primeiro iPhone, em 2007   2 de 13
iPhone 3G foi lançado no ano seguinte com internet móvel mais veloz Pular X de 13  O iPhone 4 é lembrado até hoje por causa do design arrojado para a época; smartphone foi lançado em 2010
O iPhone 4 é lembrado até hoje por causa do design arrojado para a época; smartphone foi lançado em 2010 4 de 13
iPhone 5S, de 2013, com biometria por impressão digital 5 de 13
iPhone 5C com tela de 4 polegadas; celular chegou ao mercado em 2013 com múltiplas cores e apelo do custo-benefício 6 de 13
iPhone 7 foi anunciado em setembro de 2016 Pular X de 13 Publicidade 7 de 13
Lançamento de 2017, o iPhone X estreou o notch na área superior da tela, onde ficam sensores e câmeras 8 de 13
iPhone 8, também de 2017, tira fotos de 12 megapixels Pular X de 13 Publicidade 9 de 13
Detalhe da câmera do iPhone X 10 de 13
Já com visual mais moderno, iPhone XR teve melhorias importantes na bateria; modelo foi lançado em 2008 Pular X de 13 Publicidade 11 de 13
Exposição do iPhone 11 na sede da Apple, em 2019 12 de 13
iPhone 13: tela com brilho 28% maior do que a geração anterior; celular foi anunciado em 2021 Pular X de 13 Publicidade 13 de 13
iPhone 13 Pro Max, de 2021, mantém a icônica marca da maçã na traseira

Celular da Apple foi anunciado em 2007. De lá para cá, muita coisa mudou. Confira os principais momentos do aparelho.

Informações de TechTudo

Deixe um comentário