Sony se recusa a dizer se aumentaria o preço do PS5 futuramente

Por conta da pandemia causada pelo Covid-19 e a escassez de semicondutores, muitas empresas tiveram que aumentar o preço de seus serviços desde 2020. A Sony não foi uma exceção e fez uma revisão do preço de diversos de seus produtos eletrônicos no Japão em abril deste ano, o que incluiu fones de ouvido, alto-falantes, câmeras, players de Blu-ray e sistemas de Home Theater. Só que quando questionada se faria o mesmo com o PS5, a empresa respondeu de forma bem vaga.

A pergunta aconteceu durante uma reunião para discutir os resultados do primeiro trimestre deste ano fiscal, focando especialmente se a Sony consideraria aumentar o preço do novo console por causa dessas pressões do mercado atual. Infelizmente, tudo o que Hiroki Totoki (o diretor financeiro da empresa) teve a dizer foi que não havia nada de específico que ele pudesse compartilhar sobre o assunto.

Ao mesmo tempo que isso pode significar que não veremos um aumento tão cedo, também é uma resposta que não garante que o preço do PS5 continuará o mesmo no futuro. Mesmo com o console se aproximando de seu segundo ano de vida, ainda é meio difícil de encontrar unidades à venda em algumas lojas, mas a situação já é bem melhor do que há alguns meses.

O que pode consolar aqueles interessados em comprar o console futuramente é que a Sony nunca teve uma tendência de aumentar o preço do PlayStation durante todos esses anos. Fora isso, seria difícil de competir com o Xbox se eles fizessem isso, ainda mais com a Microsoft já tendo uma opção de ótimo custo-benefício na forma do Xbox Series S.

O mais provável, na verdade, seria simplesmente uma versão mais poderosa e cara em breve, o que poderia ser o tal PS5 Pro, cuja existência acabou vazando em maio deste ano.

Fontes
VGC

Deixe um comentário